O quê você acha que a Google faria se comprasse a sua empresa? De que forma ela mudaria a gestão? No processo de inovação? Na comunicação? Pense bem e reflita.

 

Agora imagine que você comprou a Google. O quê você faria de diferente na gestão, comunicação e no processo de inovação?

 

O propósito do pequeno exercício que apresentei acima é para mostrar os três aspectos mais importantes para a sua empresa, que muitas vezes são ignorados pela maioria do mercado, mas pelas grandes marcas é o segredo do sucesso.

 

Esses aspectos são representados em três perguntas que você deve fazer para a sua empresa. Quem você diz que é? Quem as pessoas acham que você é? E quem você realmente é.

 

Estudos realizados com alunos de marketing e administração constam que 80% dos CEOs entendem que os atributos e comunicações das empresas estão sendo internalizados pelos consumidores. Porém ao verificarem com os consumidores, apenas 8% concordaram com qual era a mensagem que os CEOs comunicavam. Demonstrando, assim, que existe uma grande diferença entre o que a empresa comunica e o que é entendido pelo público.

 

Por tanto mesmo se você souber quem a sua empresa é o que ela diz ser, você precisa entender, também, o que é entendido pelos seus consumidores. Uma forma de deixar claro quem a sua empresa é, é criando ou identificando qual o propósito dela. Uma forma de fazer isso é através do Golden Circle, já explorado em outro post. Assim que descobrir o propósito da sua empresa, tudo que ela fizer deverá ser feita com o propósito em mente.

 

Exemplos:

 

Apple = Desafiar o status quo = Tudo que fazem é para mudar a forma como o consumidor se comporta com X produto.

 

Nike = Atitude = Tudo que fazem tem que inspirar X atitude em seus consumidores.

 

Disney = Oferecer sonhos = Tudo que fazem deve ser feito para que o consumidor possa sonhar mais.

 

Como pode ver, propósito deve ser simples, curto e acima de tudo VERDADEIRO.